Sobre a tarefa da desconstrução e a questão do fundamento negativado: por uma ética da finitude

  • Thalles Azevedo de Araújo Universidade de Coimbra

Abstract

RESUMO
Neste trabalho, analisaremos a possibilidade de uma leitura ética na ontologia fundamental heideggeriana. Mostraremos de que forma o horizonte teórico de Sein und Zeit permite pensar uma ética originária, uma ética de ser-no-mundo cuja base não pode ser outra senão a finitude humana.
Palavras-chave: Ontologia fundamental; ser-no-mundo; finitude; angústia


ABSTRACT
In this paper we shall analyze the possibility of an ethical reading in Heidegger's fundamental ontology. We shall show in what form the theoretical horizon of Sein und Zeit permits us to think an original Ethics, an Ethics of being-in-the-world, the base of which can be no other than human finitude.
Keywords: Fundamental ontology; being-in-the-world; finitude; anguish

References

DUARTE, A. (2002). Por uma ética da precariedade: sobre o traço ético de Ser e Tempo. In: Revista Natureza Humana, São Paulo, ano 1, v. 2., n. 1.
FERRY, L; RENAULT, A. (1992). La question de l'éthique après Heidegger. In: Systéme et Critique. Essais sur la critique de la raison dans la philosophie contemporaine. Bruxelles: Ousia.
HAAR, M. (1997). Heidegger e a essência do homem. Trad. de Ana Alves. Lisboa: Instituto Piaget.
HEIDEGGER, M. (1976a). Brief über den »Humanismus«. In: Wegmarken, GA 9. Frankfurt am Main: Vittorio Klostermann, 1976.
— (1976b). Was ist Metaphysik? ln: Wegmarken, GA 9. Frankfurt am Main: Vittorio Klostermann.
— (1967). Sein und Zeit. Tübingen: Max Niemeyer.
HODGE, J. (1998). Heidegger e a ética. Trad. de Gonçalo C. Feio. Lisboa: Instituto Piaget.
KIERKEGAARD, S. (1979). O desespero humano: doença até a morte. Trad. de Adolfo C. Monteiro. São Paulo: Abril Cultural.
LOPARIC, Z. (2004). Ética e finitude. 2. ed. São Paulo: Escuta.
— (2003). Sobre a responsabilidade. Porto Alegre: EDIPUCRS.
— (1994). Heidegger réu: um ensaio sobre a periculosidade da filosofia. Campinas: Papiros.
NUNES, B. (1998). Crivo de papel. 2. ed. São Paulo: Ática.
— (1992). Passagem para o poético: filosofia e poesia em Heidegger. São Paulo: Editora Ática.
RICOEUR, P. (1997) Da metafisica à moral. Trad. de Sílvia Menezes. Lisboa: Instituto Piaget.
— (1991). O si-mesmo como um outro. Trad. de Lucy M. Cesar. Campinas: Papiros.
Published
2012-04-02
How to Cite
ARAÚJO, Thalles Azevedo de. Sobre a tarefa da desconstrução e a questão do fundamento negativado: por uma ética da finitude. Phainomenon, [S.l.], n. 24, p. 105-124, apr. 2012. ISSN 2183-0142. Available at: <http://phainomenon-journal.pt/index.php/phainomenon/article/view/313>. Date accessed: 14 nov. 2018.
Section
Articles